1- Como saber quando é a hora certa de desmamar o meu bebê?

O recomendado é que os bebês mamem exclusivamente leite materno até os seis meses de vida, e até, pelo menos, os dois anos o aleitamento devem continuar de forma complementar, juntamente a outros alimentos. O tempo de desmame depende principalmente da mãe, do bebê e do estilo de vida.

Você saberá que ele está pronto para desmamar quando o bebê parar de sugar o leite e começar a chupar a mama, como uma chupeta. Outro comportamento muito comum é ele pedir para amamentar todas as vezes que vê a mãe, mas quando oferecido, logo em seguida se entretêm com algo diferente.

 

2-  Como parar de amamentar sem que o meu filho sofra com isso?

O mais importante é fazer isso de maneira gradativa. O desmame vai ocorrer substituindo uma mamada por algum alimento, ou mamadeira, ou copo, dependendo da idade do bebê. Escolha um horário do dia e substitua a mamada por uma mamadeira ou copinho em vez do peito e veja qual a reação. Conforme ele for se acostumando você pode substituir outros horários também, mas lembre-se: gradualmente.

 

3- Tente o método ”não oferecer, não recusar”

Esse é método que testa o quão fácil ou difícil será o desmame do bebê. Continue amamentando o seu bebê normalmente, mas não ofereça a ele o tempo todo. Com isso você pode até descobrir que o seu bebê já estava pronto para o processo de desmame, podendo começar com uma rotina que não inclua amamentação.

 

4- Evite os locais onde você costuma amamentar

A maioria das mães tem locais preferidos para amamentar, seja por facilidade ou conforto. Essa é uma dica muito simples mas muito eficiente, estar nos locais onde o bebê costuma mamar pode despertar o desejo dele de ser amamentado, afinal, ele possui uma rotina onde aquele local está ligado diretamente a amamentação.

 

5- O que fazer quando os seios ainda estão cheios?

Quando os seios ainda estão cheios, significa que o desmame ocorreu muito rapidamente. O corpo reduz a quantidade de leite produzida sozinho conforme o bebê diminui na quantidade das mamadas. Se o desmame ocorre muito rápido, o corpo não tem tempo suficiente de processar e continua produzindo leite normalmente, mesmo sem ser necessário. Ordenhe suas mamas até se sentir mais confortável, mas lembre-se: não retire todo o leite, ou o corpo produzirá ainda mais por achar que o bebê ainda necessita. Após alguns dias, se o problema não estiver resolvido, peça ajuda para o pediatra ou obstetra.

 

6- E se o desmame do bebê me afastar dele?

Os sentimentos que vem junto ao desmame variam de mãe para mãe, algumas sentem uma incrível liberdade, outras sentem falta dessa necessidade e da proximidade que cria entre ela e o filho. O desmame do bebê é algo natural e o amor entre ambos não vai acabar, apenas ocorrer de maneiras diferentes. É nessa hora que a mãe deve aprender a inovar, encontrar novos jeitos de fazer essa aproximação entre os dois, atividades que além de manter firme a relação mãe-filho podem ajudar muito no desenvolvimento do bebê.

 

7- E se meu filho ficar desnutrido?

É importante que antes do desmame total, a criança possua uma alimentação rica e variada, com todos os nutrientes necessários, dessa forma, ele não terá nenhum problema nesse processo.
A algum tempo demos algumas dicas sobre os cuidados com a alimentação do bebê, você pode conferir tudo clicando aqui.

 

8- Porque o copinho ficou tão famoso? Devo utilizar?

A mamadeira era a forma de amamentação mais recomendada, mas isso ficou para trás. Com certeza levanta algumas dúvidas, mas da certo. Até mesmo bebês prematuros são alimentados dessa forma. Se o seu filho não se adaptar logo de início, você pode usar um canudo. A mamadeira possuía várias desvantagens: o bico é extremamente difícil de limpar, o que o torna um tanto quanto anti-higiênico, prejudica a formação dos dentes do bebê, e é extremamente difícil de desapegar após a criança se acostumar.

 

9- Qual leite devo utilizar após o desmame?

Existem várias fórmulas infantis que se vendem em farmácias e supermercados, elas possuem todos os nutrientes e vitaminas que o bebê precisa. O leite de vaca não possui essas vitaminas, por isso não se deve utiliza-lo. O pediatra poderá indicar qual fórmula é melhor de acordo com as condições do seu filho.

 

 

Gostou de nossas dicas? Caso tenha alguma alguma sugestão você pode nos enviar pelo nosso Whatsapp: (11) 98547-8512, estaremos muito felizes em ouvir!

Se estiver procurando roupinhas para o seu bebê você pode acessar nossa loja virtual clicando aqui, temos vários modelinhos que você pode gostar.

Fontes de informação: Justrealmoms

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.